O CÉREBRO SAUDÁVEL

“Seu cérebro pesa cerca de um quilo e meio, têm 150 quilômetros de vasos sanguíneos, têm mais neurônios do que existem estrelas na via láctea e pode estar sofrendo neste momento, sem que você faça a menor idéia…”

O que podemos fazer para manter e ou melhorar a saúde do cérebro?

 

  • MANEIRAS DE MANTER O CEREBRO JOVEM E SAUDÁVEL
  1. Manter o cérebro sempre ativo aprendendo coisas novas ao longo de toda sua vida. Também é bom estudar, ler e aprender a tocar um instrumento musical.

Você é responsável por seu desenvolvimento intelectual.

 

  1. Atividade física regular. O cérebro faz parte do corpo.

Para preservar a saúde do corpo é necessário fazer atividade física regularmente como caminhar, nadar, correr, musculação, ou seja, exercícios aeróbicos e força.

Um bom preparo físico melhora o sono, o humor e o relacionamento pessoal. Ajuda a controlar a pressão arterial, a controlar a glicemia e os níveis de colesterol e de triglicérides.

 

Sedentarismo NÃO!

 

  1. Alimentação saudável. O corpo é uma máquina biológica e como máquina, vai funcionar de acordo com aquilo que você coloca dentro dele. Evitar carboidratos simples, diminuir os açúcares (o que já é açúcar ou o que vai se transformar em açúcar ”no escurinho do corpo”): pão branco, farinhas brancas, batata frita, margarina, sobremesas doces, óleos hidrogenados (de soja, milho, girassol, canola – prefira o óleo de coco, azeite extra virgem, óleos de castanhas e manteiga sempre que possível). Pouca coisa é pior que o açúcar que é inflamatório e tudo que é inflamatório vai trazer doença para o cérebro também. Aumente o consumo de vegetais, em especial as verduras de cor escura e vegetais coloridos. Dê preferência ao sal grosso (não refinado) ou ao sal rosa do Himalaia. Beba água (30 ml por quilo de peso por dia).

A sugestão é que metade de seu prato deve ser de vegetais coloridos e folhas verdes escuras, e a outra metade seja composta de proteínas e carboidratos complexos.

 

Cuidar de sua alimentação também é cuidar de seu cérebro.

 

  1. Sono. Dormir mal provoca doenças cardiovasculares como hipertensão arterial, infarto, AVC, doenças cerebrais como depressão, ansiedade, perda da memória e demência, entre outras. Dormir bem é fundamental para o cérebro é durante o sono que as toxinas são eliminadas e os hormônios são produzidos. Lembrando que estamos falando do sono natural, em quarto escuro e confortável e não do sono induzido por substâncias químicas como o Rivotril por exemplo (3 meses de uso de Rivotril pode desencadear demência!).

 

Evitar uso de cigarros e excesso de café

Quantidade de sono ideal por dia (cientificamente atualizada):

RN (0 a 3 meses) 14 a 17 horas
4 a 11 meses 12 a 15 horas
1 a 2 anos 11 a 14 horas
3 a 5 anos 10 a 13 horas
6 a 13 anos 9 a 11 horas
14 a 17 anos 8 a 10 horas
18 a 25 anos 7 a 9 horas
26 a 65 anos 7 a 9 horas
Maiores de 65 anos 7 a 8 horas

É durante o sono que o cérebro organiza suas ideias e suas memórias!

  1. Reduzir o stress. O stress se tornou algo comum, mas não é normal. Diminuir o stress pode não estar no seu controle, mas existem coisas que podem te ajudar, como ambiente de trabalho e familiar saudáveis e evitar dívidas. Quando for comprar algo se perguntar sempre: eu preciso ou eu quero? Se eu preciso, eu posso agora ou preciso economizar primeiro para comprar sem fazer dívidas? Ter uma reserva financeira para suas emergências ou para fazer negócios de oportunidades que possam surgir; ter lazer de qualidade, além de atividade física regular, sono de qualidade, alimentação saudável como citado acima.

 

Reduzir o stress melhora o sono e o foco e retarda o envelhecimento.

 

  1. Meditação. É simples, mas não é fácil. Se você ainda não consegue fazer meditação, reserve pelo menos alguns minutos do seu dia para ficar sozinho e em silêncio e tentando não pensar!

 

PRESERVE SEU CÉREBRO PARA VIVER SEMPRE, INCLUSIVE NA SUA VELHICE, COM SAÚDE, SENDO CAPAZ DE DECIDIR, ESCOLHER, LEMBRAR E SENDO UMA PESSOA AUTÔNOMA E LEVE.

Assim:

“Vá exercitar seu cérebro!

Vá se mexer!

Vá se alimentar melhor!

Vá dormir sono de qualidade!

Vá meditar!

Vá reduzir o stress!”

 

Fontes: http:// neuroVox

Pedro Calabrez,

A Dieta da Mente

Dr. David Perlmutter